quinta-feira, 10 de abril de 2008

Profissionais Autônomos

Diante da inúmera classe trabalhadora registrada no Brasil, encontramos também aqueles que são considerados autônomos, ou seja, trabalham por conta própria. Está é a realidade da maioria dos perueiros de vans escolares, que com o seu instrumento de trabalho, as vans, vão as ruas em busca de seu sustento. A busca por novos alunos torna um verdadeiro campo de “batalha” e muita concorrência. Motivados por seus interesses financeiros os perueiros buscam a cada começo de ano letivo oferecer uma melhor proposta de conforto e tranqüilidade aos pais que muitas vezes não tem condições de levar seus filhos a escola. É verdade que hoje em dia o mundo está cada vez mais corrido. Por conseqüência cresce também o trabalho destes perueiros que lutam pela sua atividade financeira. Muitos motoristas hoje para conseguir uma maior estabilidade financeira trabalham nos dois períodos, o da manhã transportando crianças e a noite, universitários.
O que fazer então para que esta profissão autônoma não chegue ao fim? O jeito é trabalhar muito e com muita prudência para que o seu transporte continue sendo mais um transporte de concorrência na cidade.

Um comentário:

Alvaro O disse...

Vcs estão incluindo boas informações mas o trabalho deve ir além disso. Revejam os aspectos incluídos em cada texto e perguntem-se (perguntem a ELES também): - como tais aspectos ajudam a entender a identidade dos motoristas da PUC?